Deixar de fumar

Olá,

E com a chegada do novo ano muitos querem deixar de fumar e acho que é um bom objectivo! Deixo aqui algumas dicas.

 

Escolha uma data

Defina um dia e uma hora a curto prazo. Esta escolha deve ser feita quando estiver calmo, para que se prepare para o momento. Decidir parar numa festa de anos ou mesmo na noite de réveillon pode ser muito mais difícil, embora seja um desafio para os mais ambiciosos. Se conseguir não fumar na noite de final do ano, isso vai dar-lhe força para os dias normais, principalmente se associa os cigarros à socialização e ao álcool. Mas se considera esta uma meta muito difícil, escolha um dia mais calmo. É preferível do que falhar o plano logo nas primeiras horas.

Escreva os motivos para deixar de fumar

Há várias razões para deixar os cigarros. Além das pessoais, há outras que se aplicam a todos os fumadores e que devem constar da sua lista:

Terei menor risco de ter cancro, ataque cardíaco, doença obstrutiva pulmonar crónica, AVC, cataratas e muitas outras doenças;
A minha tensão arterial vai ficar mais baixa;
Vou ver melhor e a minha pele estará mais hidratada. Terei menos rugas e os meus dentes e dedos serão menos amarelados;
Vou poupar muito dinheiro;
O meu cabelo, roupa, casa e carro vão deixar de cheirar a tabaco;
Terei muito mais energia;
Vou dar um melhor exemplo aos meus filhos, amigos e família;
Vou viver mais anos

Envolva os seus amigos e família no processo

Peça aos seus amigos e familiares que o ajudem a distrair com caminhadas, jogos, cinema, etc. Peça-lhes também para serem compreensivos com a (quase certa) irritabilidade que sentirá devido à privação da nicotina.

Identifique o que o ‘puxa’ mais a fumar

Tem de perceber os momentos em que sente mesmo vontade de fumar, se é a seguir ao café da manhã, quando faz aquela pausa com os colegas do emprego ou quando está no trânsito. Depois de identificados estes momentos mais críticos, deve pensar em substitutos e estratégias para se acalmar, tais como pastilhas elásticas no carro ou dar uma caminhada logo após o jantar.

Antecipar a vontade de fumar

Vai haver muitos momentos em que sentirá um desejo tremendo de acender um cigarro. A boa notícia é que estes ímpetos começam a acalmar quando o seu corpo se libertar da nicotina e cada momento destes não durará mais de 10 minutos. Se a vontade for muito forte, beba água, releia a lista de razões para deixar de fumar, brinque com os seus filhos, com o seu cão, qualquer coisa que o ocupe nesses minutos críticos.

Arranje muitas distracções

Tenha sempre consigo pastilhas, nozes, talos de aipo, qualquer coisa que possa roer. Ocupar mãos e boca com alimentos saudáveis é uma boa alternativa. Actividades como tricô, culinária, ioga ou jardinagem vão ajudar a manter a sua mente ocupada e longe do tabaco.

Prepare-se para se sentir um pouco em baixo, mas não desanime

A falta de nicotina pode provocar ansiedade e irritabilidade. É normal que se sinta triste e até pode ter dificuldade em adormecer. Estes sintomas são temporários, foque-se no objectivo final.

Deite fora os cigarros

Coloque mesmo os cigarros no lixo. Não pode ter um maço de tabaco escondido na gaveta para uma ‘emergência’. Se souber que tem cigarros em casa pode deitar tudo a perder num momento de desejo mais intenso.

Recompense-se 

Com todo o dinheiro que vai poupar, pode recompensar o seu esforço com roupa nova, um fim-de-semana fora ou um jantar num restaurante sofisticado. Se pensarmos que em Portugal um maço de tabaco custa cerca de 4 euros, um fumador que consuma uma embalagem por dia vai poupar mais de 120 euros por mês, ou quase 1500 euros ao final do ano.

Fale com o seu médico

Se sentir que pode não conseguir sozinho deixar de fumar, fale com o seu médico de família para que lhe seja receitada medicação para a cessação tabágica. O SNS tem mesmo disponíveis consultas específicas para deixar de fumar.

Deixe uma resposta